Franquias: o que é, como funciona e como escolher » Viver de Maquininha

Franquias

Franquias: o que é, como funciona e como escolher

Equipe
Escrito por Equipe
Franquias: o que é, como funciona e como escolher
Junte-se a mais de 12 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Como funciona uma franquia? Essa é uma dúvida muito comum entre novos empreendedores. Será que vale à pena investir em uma franquia?

Para tomar essa decisão, você precisa entender melhor o que é uma franquia e como elas funcionam. Além disso, também é importante pesquisar sobre a empresa escolhida e entender quais são os custos envolvidos.

Se você está pensando em abrir uma franquia, está no lugar certo. Nesse guia completo, você encontra todas as informações que precisa para embarcar nesse desafio!

Vamos falar sobre: 

Então, é só continuar lendo para conferir! Vamos lá?

Como funciona uma franquia e o processo de franqueamento

como-funciona-uma-franquia-processo
Veja abaixo o processo para abrir uma franquia.

Antes de pensar em investir seu dinheiro e tempo, é importante entender como funciona uma franquia.

Uma franquia, em resumo, é um modelo de negócios. Nele, o dono de uma marca já estabelecida e reconhecida no mercado licencia o uso dela para um investidor.

Ou seja, o franqueado (quem investe na franquia) pode montar um negócio utilizando as estratégias, identidade visual e produtos de uma empresa que já está dando certo.

As franquias abrangem os mais diversos segmentos de mercado. A principal característica desse modelo de negócio é a padronização dos processos e produtos.

Isso significa que em todas as lojas de uma determinada marca, os clientes terão acesso aos mesmos serviços e uma experiência de compra muito parecida.

O principal objetivo é oferecer ao franqueado a oportunidade de empreender com um negócio mais seguro. Isso porque o modelo já foi testado e dá certo. 

Quanto custa

Para abrir uma franquia, o investidor deve pagar ao dono da marca uma quantia referente ao licenciamento do uso. O preço de uma franquia varia bastante de acordo com o setor e marca escolhidos.

Para entender melhor como é determinado o valor de investimento inicial da franquia, foi adotado um padrão: o investimento total para abertura de uma unidade franqueada é a soma dos seguintes itens:

  • Capital para instalação
  • Taxa de franquia
  • Capital de giro

Normalmente, você também encontrará informações sobre o retorno esperado para cada franquia. Assim, fica mais fácil saber em quanto tempo você deve recuperar o investimento inicial.

Esse dado também é importante para medir a performance do seu negócio em comparação com outras franquias.

Existem as chamadas franquias de baixo custo, com investimentos que começam abaixo dos R$ 10 mil. Mas também é possível ser franqueado das maiores redes no Brasil, e os investimentos mínimos chegam aos milhões.

Algumas marcas até mesmo exigem formação específica ou experiência na área do franqueado. Outras incluem o pagamento de royalties, ou seja, uma porcentagem do lucro da franquia irá para a marca.

A seguir, veja alguns exemplos de quanto custa uma franquia: 

O Boticário

Investimento mínimo: R$ 510 mil

Expectativa de retorno: 18 a 36 meses

Cacau Show

Investimento mínimo: R$ 120 mil (quiosque) até R$250,7 mil (Loja Convencional)

Expectativa de retorno: 18 a 24 meses

McDonald’s

Investimento mínimo: R$ 2,5 milhões

Expectativa de retorno: não especificada

Kumon

Investimento mínimo: R$ 35.560

Expectativa de retorno: 18 a 24 meses

Royalties: 40%

CVC Brasil 

Investimento mínimo: R$ 60 mil

Expectativa de retorno: 24 a 28 meses

Correios

Investimento mínimo: R$ 122,4  mil

Expectativa de retorno: 120 meses

O que está incluso no valor da franquia

Para escolher a melhor franquia para empreender, você também precisa estar atento ao que está incluso no valor do investimento inicial.

Normalmente, o preço da franquia inclui: 

  • Licenciamento para uso da marca;
  • Capital de Giro;
  • Custo de instalação;

Algumas marcas incluem no preço o estoque inicial, publicidade para a nova franquia e treinamentos.

Dessa forma, é fundamental pesquisar bem sobre a empresa e as regras do franqueamento antes de tomar uma decisão.

Como comprar 

Agora você já sabe como funciona uma franquia, e também já tem uma ideia melhor sobre quanto custa investir. Certamente, você começou suas pesquisas e tem algumas idéias sobre qual franquia gostaria de comprar.

Mas como fazer a compra? Bem, você pode fazer negócio diretamente com a empresa em questão ou utilizar um site especializado.

As Lojas de Franquias, como são conhecidos os sites do segmento, listam as marcas disponíveis para investimento. Normalmente, você pode até mesmo refinar sua busca por valor do investimento inicial ou setor.

Quando você fizer sua escolha, poderá entrar em contato com a marca pelo site. 

Processo legal

No Brasil, o modelo de negócios baseado em franquias é regido pela Lei nº 8.955/94, de 15 de novembro de 1994.

Então, antes de assinar um contrato, é importante que você consulte um advogado. Assim, é possível garantir que o acordo respeita as normas dessa legislação.

Normalmente, fica como responsabilidade do franqueador:

  • transferir o know-how adquirido para os futuros parceiros/franqueados;
  • autorizar o direito de uso da marca e sistema de franquia;
  • estruturar uma área de suporte e apoio ao franqueado;
  • gerar, sempre que possível, ganhos de economia de compras em escala;
  • monitorar os padrões de todos os processos e franquias.

Vantagens do sistema de franquias

como-abrir-uma-franquia-vantagens
As vantagens em abrir uma franquia são inúmeras.

O sistema de franquias representa uma oportunidade mais segura para realizar o sonho de se tornar um empreendedor. Como o modelo de negócio utilizado já foi testado e teve sucesso, o risco para o investidor é muito menor.

Ao adquirir uma franquia, você está comprando mais do que o direito de usar a marca. É de interesse do franqueador que todas as lojas associadas a ele tenham, sucesso. Então, você também contará com suporte, know-how e treinamento.

Além disso, a franquia já vem com uma identidade visual pronta e reconhecida. A publicidade de novas lojas fica muito mais simples quando você conta com o peso de um nome já difundido.

A padronização dos processos é outro ponto muito interessante. Esse é um dos fatores mais importantes para o sucesso de um negócio, e um dos mais difíceis de definir para novos empreendedores.

Ao adquirir uma franquia, você não precisa se preocupar: tudo já foi testado e teve sua eficácia comprovada. 

Desvantagens de empreender

Criar a sua própria marca do zero pode acabar custando muito mais do que abrir uma franquia. Afinal, você precisará desenvolver uma identidade visual, investir no marketing para estabelecer a marca, entre muitos outros procedimentos.

A principal desvantagem, no entanto, é que usando processos que ainda não foram testados, é muito mais difícil acompanhar o desempenho e fazer projeções.

Por exemplo, em uma franquia, você já sabe quantos meses, em média, precisará para recuperar seu investimento inicial. Em uma marca nova, isso não pode ser previsto – na verdade, você ainda corre o risco de não conseguir recuperar o investimento.

Para novos empreendedores ou investidores que não têm muita experiência no setor, a franquia é a melhor opção. Assim, os processos, modelo de negócios, preços e todos os outros detalhes já estão ajustados para o melhor desempenho possível.

Tipos de franquia

como-abrir-uma-franquia-tipos
Existe franquias para cada perfil, veja qual se encaixa melhor no seu.

Existem muitos tipos diferentes de franquia. É possível encontrar oportunidades em qualquer setor de atuação e com investimento inicial bastante variado.

Por isso, é interessante que você conheça os segmentos de franquia que oferecem os melhores retornos para os investidores atualmente. Veja alguns exemplos que separamos para você: 

Como funciona uma franquia de alimentos

O setor de alimentação é um dos mais amplos – e mais concorridos – do mercado quando o assunto são franquias.

Redes de fast food foram os pioneiros do modelo de negócios. No entanto, hoje você encontra franquias de restaurantes refinados, voltadas a alimentação saudável e até mesmo de sobremesas.

Ao abrir uma franquia no setor alimentício, você conta com estabilidade. Afinal, não importa o cenário econômico atual: as pessoas não deixam de comprar comida.

No entanto, é preciso estar atento às particularidades do setor. Isso é, você precisará de funcionários treinados, de autorização da vigilância sanitária e documentações específicas ao setor alimentício. 

Como funciona uma franquia de roupas

Investir em franquias de moda e acessórios é um mercado ideal para quem não gosta de correr riscos muito grandes.

Nesse tipo de franquia, é importante conhecer a organização e apresentação da marca. Além disso, lembre-se de fazer uma pesquisa sobre a reputação da loja e contar com vendedores atenciosos e treinados.

Esse tipo de franquia exige também um bom conhecimento do mercado local. Enquanto lojas de comida podem prosperar em praticamente qualquer localização, as lojas de roupa exigem um pouco mais de planejamento. 

Como funciona uma franquia virtual

A franquia virtual tem crescido muito em popularidade nos últimos anos. E com o mercado online cada vez mais difundido e os custos de investimento inicial significantemente mais baixos, não é de se espantar.

Mas como funciona uma franquia virtual? Bem, quase do mesmo jeito que as tradicionais. A diferença é que você não precisa investir na instalação de um ponto de venda.

Então, você está adquirindo o direito de uso da marca, treinamento, know-how, sistemas de logística e estratégias de marketing digital. Os setores de Turismo, marketing e lojas online já utilizam muito esse modelo.

Para comparar: é possível abrir uma franquia virtual da Ahoba Viagens, por exemplo, com R$ 1,6 mil de investimento inicial.   

Como escolher a melhor franquia

como-escolher-a-melhor-franquia
Sempre estude bem as condições da franquia, e escolha a que melhor se encaixa com seu perfil.

Não existe uma resposta pronta quando o assunto é como escolher a melhor franquia para você. Isso porque muitos fatores devem influenciar essa decisão, como seu perfil, região e recursos disponíveis.

Mas não se preocupe: com um pouco de orientação, você estará pronto para fazer sua escolha! Siga essas 10 dicas para tomar uma decisão mais informada e acertar na escolha da franquia:

  1. Primeiro, identifique quais são os setores que se adequam ao seu perfil. Com que tipo de franquia você gostaria de trabalhar?
  2. Quanto dinheiro você está disposto a investir na sua franquia? Em quanto tempo precisa recuperar esse investimento? 
  3. Se você optou por um modelo de negócio com ponto de venda, defina a região, cidade ou município onde irá instalar sua loja. 
  4. O local selecionado conta com público adequado para o setor e marca escolhidos? 
  5. Selecione mais de uma marca e compare as oportunidades de franquia. 
  6. Pesquise sobre o histórico de cada empresa selecionada, bem como sua reputação no mercado. 
  7. Conheça quais são as taxas que você deve pagar como franqueado e quais são as vantagens que o franqueador oferece para você. 
  8. Procure conversar com alguns franqueados da empresa e perguntar sobre o negócio.
  9. Conte com o apoio de um advogado para revisar o Contrato de Franquia. 
  10. Acompanhe os números da empresa escolhida de perto e conheça seu funcionamento profundamente. 

Conclusão

Pronto para ter seu negócio próprio?

O modelo de franquia pode ser uma ótima opção para empreendedores que não querem correr riscos. Esse tipo de negócio também é muito vantajoso para quem ainda não tem experiência e know how em um setor.

Existem inúmeros tipos de franquias. Hoje, você pode até mesmo abrir uma franquia virtual. Como o valor de investimento inicial varia muito, existem boas opções para todos os perfis de empreendedores.

Para escolher o negócio perfeito, você precisa primeiro entender como funciona uma franquia. Você aprendeu tudo que precisa saber sobre isso nesse guia! Agora, é só seguir nossas dicas para definir o setor no qual você quer atuar e escolher a melhor franquia para você!

Lembre-se: antes de tomar uma decisão, você deve: 

  • Definir com quais segmentos você mais se identifica;
  • Conhecer a empresa, seu desempenho e reputação no mercado;
  • Conhecer o investimento inicial necessário e previsão de retorno;
  • Fazer uma pesquisa de mercado no local onde você abrirá a franquia;
  • Entender as taxas que precisa pagar para a marca e quais são as vantagens que o franqueador oferece (como treinamentos ou publicidade, por exemplo).
  • Consultar um advogado para garantir que o contrato de franquia está adequado à legislação. 

Obrigado por ler até aqui e não deixe de continuar acompanhando nosso blog para aprender mais sobre como fazer seu negócio dar certo!

Você também pode gostar de nossos outros artigos:

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 12 mil pessoas