Negócios

Motorista Cabify: Quanto Ganha e Como se Tornar um - Passo a Passo

Equipe
Escrito por Equipe
Motorista Cabify: Quanto Ganha e Como se Tornar um - Passo a Passo
Junte-se a mais de 12 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Ser Motorista Cabify ainda vale a pena? Quanto ganha? Ou é melhor ser Uber/99pop? Aprenda conosco como entrar nesse universo e se é a melhor opção para você.

Para muita gente, é bom sentir o vento no rosto, manobrar por aí e conhecer pessoas novas. Ser um motorista de aplicativo, então, mostrou ser a melhor oportunidade para quem gosta desse estilo de vida.

Mas veja: o motorista Cabify ganha o suficiente para valer a pena trabalhar com isso?

Pesquisamos os valores, o passo a passo e comparamos com outros aplicativos. De quebra, ainda oferecemos uma sugestão de renda extra para quem quer trabalhar de motorista cabify!

Qualquer dúvida, pergunte nos comentários.

Tenha uma boa leitura! 🙂

Hoje você descobrirá:

Quanto ganha um motorista Cabify

motorista-cabify-quanto-ganha.jpg
Veja abaixo quanto ganha sendo um motorista Cabify.

Essa é a pergunta mais importante. A que todos querem saber sobre ser um motorista Cabify. E sobre qualquer outro tipo de trabalho ou empreendimento. Quanto se ganha? Quanto se irá lucrar?

Bom, os aplicativos como o Cabify pagam de diversas formas. Geralmente há um mínimo por corrida e um adicional por quilômetro rodado. Dependendo da hora e do local, esses mínimos e adicionais podem ser alterados.

Por causa disso, vários motoristas preferem pegar viagens curtas. Esse mínimo é sempre mais interessante do que o que se recebe por km adicional. Quanto mais viagens curtas seguidas pegarem, mais dinheiro entra.

Inclusive, o Cabify ajuda você a encontrar os melhores lugares para pegar passageiro. A tal da tarifa dinâmica do Uber, chamada pelo Cabify de “Local de alta procura”, fica exposta para você. Isso é, ele mostra os lugares em que o valor da viagem está mais caro.

Os valores específicos, a renda mensal e a comparação com os outros apps você vê em seguida:

Ganho por corrida

Em todas as corridas, o motorista do Cabify recebe 75% do valor da viagem. Agora, o valor absoluto, é relativo à distância percorrida, o tempo de duração da viagem, o horário e o local.

Porém, o Cabify tem uma lista de preços no seu site que mostra uma média geral. No caso, a referência é a cidade de São Paulo.

Quando se é um motorista “essential”, o mais básico, a tarifa mínima é de 8 reais. Se você tiver um carro mais novo, de maior nível, sendo um “exclusive”, a tarifa mínima sobe para 9 reais.

O Cabify lançou a opção dos passageiros reservarem a viagem. Ou seja, se eles já sabem que vão precisar de carro em certo horário, podem pedir Cabify de antemão. Para isso, a tarifa básica sobe para 25, independente de ser “essential” ou “exclusive”.

Quanto à viagem, o “Essential” tem tarifas de 1,44 por km, enquanto o “Exclusive” cobra R$ 2,32 /km do passageiro.

Nos finais de semana, o Essential sobe para R$ 1,60 por km. O Exclusive, no entanto, só aumenta o seu valor quando a viagem passa de 5km. Nesse caso, passa-se a cobrar R$ 2,47 por km.

O valor por minuto do Exclusive é de R$ 0,28 e não sobe. Para o Essential, é R$ 0,33 e sobe para R$ 0,40 em horários de pico.

Quanto ao preço da bandeirada, os valores são R$ 3,80, R$ 2,50 e R$ 2. Eles se referem respectivamente a Exclusive, Essential em horário de pico e Essential nos demais horários.

Renda mensal

O valor de renda mensal é bastante difícil de mensurar. Isso porque depende bastante de quanto você está disposto a percorrer, onde você está pegando viagens, que cidade você trabalha. Por isso, nós vamos fazer uma simulação.

Vamos considerar como se você fosse um trabalhador comum que faz 8 horas. E que você faz uma escala de 6/7. O domingo é a sua folga nesta simulação.

Para utilizar os valores informados ali em cima, vamos considerar que você trabalha em São Paulo. Além disso, você será um motorista Essential e não irá parar de rodar.

Vamos considerar, também, que o tempo de horário de pico é de 2 horas. Apenas para ter um mínimo de valor, em vez de considerarmos as variações.

Todas as suas corridas serão de 5 km e você demora 30 minutos para percorrer esse trajeto em toda viagem. O trânsito e o caminho sempre são os mesmos, mesmos obstáculos.

Em 8 horas, são 16 viagens. 16 viagens multiplicados por 8 reais de tarifa mínima é R$ 128 por dia. Sendo 6 dias trabalhados, o valor fica, ao todo de tarifa mínima, R$ 768 por semana.

Você percorreu 16 viagens de 5 km. Ou seja, 80 km por dia. De segunda a sexta, se soma, ao todo, R$ 576. Somando com o sábado, o motorista Cabify faz R$ 704 por semana considerando os km rodados.

Considerando o tempo, você percorreu 32 horas em horário normal. E 10 horas durante o pico. Ao todo, você somou na semana, pelo tempo, R$ 873,60.

Pela bandeira, o valor fica de 120 por todas as viagens em horário normal durante a semana. Agora somamos às viagens em horário de pico e as de final de semana, que é de R$ 90. O todo da bandeirada fica por R$ 210.

Somando todos esses valores, você fez R$ 2555,60 na semana. No mês, R$ 10.222,40. Todavia, esse valor não é só seu. 25% é da Cabify. O faturamento do motorista Cabify, considerando um cenário ideal de viagens, é R$ 7666,80 reais.

Qual paga melhor: Uber x 99 x Cabify

Nós temos artigos que explicam melhor como ser e o valor de ser um motorista Uber ou 99. No entanto, para resumir, podemos dizer que o aplicativo que mais paga percentualmente é o 99 pop.

Não que esse valor seja por viagem, mas a tarifa que ele cobra do motorista é bem menor. O 99pop pega apenas 16,99%, enquanto Uber e Cabify pegam 25%. Claro, a tarifa deste últimos dois é maior para o passageiro também.

Nossa comparação é completamente situacional. Cada momento, um será mais vantajoso. O melhor de tudo, no entanto, é que você pode atender aos três aplicativos. Não há contrato de exclusividade.

O que precisa para ser motorista Cabify

motorista-cabify-o-que-precisa.jpg
Para ser um motorista Cabify, você precisa estar dentro de uma série de requisitos mínimos.

Ao se cadastrar, você certamente passará por uma avaliação.

Isso faz com que o aplicativo garanta segurança e mínimo conforto ao passageiro. Diferente do Uber e do 99pop, o básico da Cabify é bem maior. Uma prova disso é que é o único que, ainda, não aceita dinheiro em espécie nas viagens.

A Cabify, inclusive, dá, muitas vezes, água, balas e outros estímulos para o motorista. Esses itens podem ser ofertados ao seu passageiro. Dessa forma, a sua avaliação ficará maior com frequência.

Confira abaixo o que você precisa para ser motorista Cabify.

Se cadastrando

Você começa sua jornada como motorista Cabify ao fazer seu cadastro no site. Nele, você preencherá um formulário. Esse formulário pedirá dados pessoais, como nome, idade e endereço, e a documentação do veículo. Verifique se seus documentos estão em dia.

Junto a esses dados, você terá que fornecer cópias de alguns documentos. Entre eles, você terá que mostrar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que deve ter a observação “Exerce Atividade Remunerada” (EAR).

Além disso, você também terá que apresentar o Certificado de Licenciamento do Veículo (CRLV). Ele deve estar junto com o pagamento do seguro obrigatório DPVAT.

Para garantir a segurança dos passageiros, você deve emitir um atestado de antecedentes criminais em limite de 90 dias. Ah, e exames toxicológicos também são necessários.

Depois de preencher cadastro, a Cabify irá analisar e aprovar a documentação. Se todos os critérios necessários estiverem corretos, o candidato irá participar de uma sessão informativa presencial.

Então, o motorista Cabify conhecerá sobre a empresa e a remuneração, aprenderá sobre o aplicativo e como alcançar 5 estrelas.

Depois, quem será avaliado é o carro do motorista Cabify. Será feita uma vistoria no veículo, que deve estar alinhado aos padrões da empresa. Os modelos que são aceitos e especificações podem ser conferidos aqui ou mais abaixo no artigo.

Informado e aprovado, o motorista Cabify será cadastrado no sistema e liberado para começar as suas viagens.

Requisitos

Para ser motorista Cabify, você não pode ter antecedentes criminais ou ser usuário de drogas. Além disso, seu carro deve ter no máximo cinco ou oito anos desde a data de fabricação. Depende do modelo, conforme a lista.

As especificações do veículo pedem perfeitas condições mecânicas e estéticas. Ele deve ter ar condicionado, rádio com MP3, quatro portas, cinco lugares e cores neutras ou escuras. Ou seja, carros fúcsia, verde limão ou laranja, por exemplo, não são permitidos.

Aceitando e fazendo corridas

Durante a sessão informativa, o motorista Cabify será instruído quanto à utilização do aplicativo que usará. Porém, atualmente, ele funciona desta forma:

Com o aplicativo instalado, quando tiver viagem, aparecerá uma notificação. Ao apertar na notificação, abrirá a tela de entrada do aplicativo com uma viagem.

Você terá acesso ao endereço inicial e ao final, e poderá ver mais informações. Você saberá seu trajeto, informações e mensagem do passageiro, e escolherá se aceitará ou não a corrida.

Nesse momento, começa a correr o tempo de cancelamento, que pode ser feito pelas duas partes em até 5 minutos. Após, você receberá uma taxa de cancelamento, se quem cancelou foi o passageiro.

Cabify é mais seguro que Uber para o motorista?

Veja as diferenças entre ser um motorista Cabify e Uber.

A diferença não chega a ser gritante, mas o Cabify tem sim mais medidas de segurança do que o Uber.

O motorista Cabify só recebe as viagens no cartão de crédito, enquanto o Uber aceita dinheiro. O Uber, inclusive, nem sabe se será viagem a dinheiro ou cartão antes de iniciar as corridas.

A Cabify sempre pede identificação do passageiro, mantendo um controle melhor de quem usa o aplicativo. Ambas as partes estão mais seguras usando o Cabify.

Nova fonte de renda para motoristas de aplicativo

motorista-cabify-nova-fonte.jpg
Você pode lucrar muito mais sendo um franqueado!

Você pode ganhar mais dinheiro sendo motorista Cabify de duas formas. Elas, inclusive, não são auto excludentes. Ou seja, pode optar por ambas.

Uma delas é não ser motorista exclusivo Cabify. Em vez disso, seja também Uber, 99pop e qual aplicativo a mais surgir.

A outra é empreendendo em oportunidades de renda extra. Nós temos algumas ideias para você neste artigo, mas a que mais apostamos é o micro franqueamento.

Você sabe o que é uma franquia?

É quando você se torna empreendedor alugando o uso de uma marca em uma região. Você se torna o representante ela em um certo espaço. Porém, os valores de uma franquia são altos, entre R$ 100 e 200 mil.

Em contrapartida, você pode optar por uma microfranquia. Nós temos uma lista de possibilidades para você. A de investimento mais baixo, no entanto, é a microfranquia Acqio.

Microfranquia Acqio

Se você não sabe como funciona uma franquia, temos um artigo para você. Mas, vamos resumir como funciona a Microfranquia Acqio.

Você paga uma taxa inicial de R$ 6 mil (valor da primeira semana de agosto), parcelada em 12 meses.

Esse valor cobre a entrada para a rede, o treinamento intensivo e o extensivo a serem recebidos, além de vários suportes.

Ao pagar a taxa, você recebe as maquininhas para vender. Para toda maquininha que você vender, ganhará uma comissão.

Depois, sempre que seu cliente usar a maquininha, você ganhará uma comissão sobre as transações feitas.

Quanto ganha e expectativa de retorno

Agora, falando em valores.

Para cada maquininha vendida, você receberá R$ 203,50. Porém, esse não é o seu maior rendimento. Você tem a comissão das transações.

Essa comissão varia de 0,05%, na menor taxa de débito, até 0,90%, na maior taxa de crédito. Ou seja, na melhor situação, você ganha praticamente 1 real para cada R$ 100 que seu cliente ganhar.

Pense naquela loja de eletrodomésticos ou pizzaria que tem no seu bairro. Quanto dinheiro não passa por ali? E o melhor, depois que vender a maquininha, não precisa fazer nada para ganhar mais. É só ir recebendo.

A expectativa é que que, em 4 meses, você já tenha pago toda a taxa de franquia. Essa taxa, de R$ 6 mil, pode ser parcelada em 12 meses. Tendo o valor de antemão, você pode pagar as parcelas adiantadas e receber um desconto.

Você pode saber mais lendo este outro artigo!

Conclusão

Você pode ser um franqueado e ainda trabalhar sendo motorista Cabify!

Ser um motorista Cabify paga muito bem para um trabalho tão livre. Porém, ele tem um limite muito grande na lucratividade.

Você pode ter visto os cálculos e gostado dos números, é normal. Mas não esqueça que isso é o que você recebe se dirigir sem parar. E não depende só da sua vontade de trabalhar.

Procure por oportunidades de lucros escaláveis. Ou seja, aquelas que você vende uma vez e ganha várias, de forma passiva. Mesmo que seja como renda extra enquanto dirige.

Obrigado pela leitura 🙂

Você também pode gostar de nossos outros artigos:

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 12 mil pessoas